Shawn Mendes e The Weeknd concorrem ao Juno Awards 2019

Prêmio canadense de música será neste domingo (17)


O Juno Awards 2019 conta com nomes de peso no meio musical na lista de indicados. Concorrem ao prêmio deste domingo (17) os cantores Shawn Mendes, The Weeknd, Post Malone, Camila Cabello, Kendrick Lamar e outros. Para quem vai a sua torcida?

A cerimônia de premiação terá apresentação da cantora Sarah McLachlan e transmissão do canal CBC. Realizado todo ano pela Academia Canadense de Artes e Ciências Fonográficas, o Juno Awards pode ser considerado uma versão do Grammy no Canadá.

Clique aqui e confira a lista de todas as categorias e indicados ao Juno Awards.


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Relembre quem foram as Destiny’s Child: o girl group que lançou Beyoncé

Sucesso, polêmicas e reviravoltas marcaram a trajetória do girl group


Com mais de 50 milhões de discos e singles vendidos, lançar a Beyoncé, não foi a única realização memorável do grupo. As donas das vozes de “Say my name” e “Survivor” tem uma trajetória cheia de hits, boas coreografias e confusões em família.

A conturbada história das Destiny’s Child começou em 1990, em Houston, no Texas quando a pequena Beyoncé Knowles conheceu LaTravia Roberson aos nove anos de idade em um teste.

Uma amizade entre as duas floresceu e Mathew Knowles, pai de Beyoncé, resolveu agenciar as meninas. Dois anos depois, Kelly Rowland foi convidada a se juntar a dupla. Com a entrada de LeToya Luckett, em 1993 a primeira formação do grupo estava montada.

Pai de Beyoncé com as Destiny’s Child

Agora que o grupo estava formado, elas precisavam escolher um nome. Foram opções: Cliché, Something Fresh e The Dolls. Tina Knowles mãe de Beyoncé e (péssima) estilista do grupo, achava que nenhum deles combinava com a personalidade das garotas.

Um dia Tina lia a Bíblia, e resolveu abrir onde guardava a foto de suas duas filhas Beyoncé e Solange Knows (cantora) e na página tinha a palavra “Destiny”. Ao contar para seu marido Matthew, ele acrescentou o “child”.


Mãe de Beyoncé com as Destiny’s Child

Porém as coisas não foram tão rápidas para as meninas. Elas esperaram cinco anos até que a gravadora se interessasse em gravar o seu primeiro álbum. O grupo assinou contrato com a Columbia Records e lançou o primeiro single “Killing Time” em 1997.

Em 1998 lançaram o primeiro álbum intitulado “Destiny’s Child”, e com o sucesso da música “No No No”, que chegou ao topo das paradas de R&B, o disco vendeu mais de um milhão de cópias.

O Destiny’s Child sem perder tempo entrou em estúdio novamente para aproveitar o hype do primeiro CD. Logo no ano seguinte lançaram o segundo álbum “The Writing’s on the Wall”, que ficou entre os dez nas paradas norte-americanas. A música “Bills, Bills, Bills” tornou-se o hit pop No. 1 e o segundo em R&B, e de quebra receber duas indicações ao Grammy.

“Say My Name”, foi a segunda música do álbum a virar um hit. Ela foi topo nas paradas R&B e Pop dos Estados Unidos.

Porém como nem tudo é perfeito, junto ao auge das Destiny’s Child, vieram as primeiras polêmicas. LaTavia Roberson e LeToya Luckett estavam insatisfeitas com os serviços de empresário pai de Beyoncé. As duas detestavam a sua personalidade controladora e a forma que ele favorecia a sua filha.


LaTravia|Kelly Rowland|Beyoncé|LeToya

Após muitos dias de show LaTravia e LeToya pediram para fazer uma parada em casa para buscar mais roupas e continuar com as viagens. Mas nunca retornaram para busca-las.

Quando o vídeoclipe da música “Say My Name” foi lançado, havia algo muito inesperado. Ele foi gravado com duas substitutas, Michelle Williams e Farrah Franklin. LaTravia e LeToya, que foram pegas de surpresa, processaram o empresário e a nova formação. Mas como nem toda polêmica é negativa, isso fez com que o disco vendesse nove milhões de cópias.

Em 2000, apenas cinco meses depois de ingressar no grupo, Farrah Franklin deixou as Destiny’s que permaneceu com apenas três integrantes. Naquele mesmo ano, elas lançaram “Independent Woman, Part. 1” , uma música para trilha sonora do filme “As Panteras”, que ficou por 11 semanas como número um das paradas musicais.

Michelle Williams|Beyoncé|Kelly|Farrah

Um ano depois as filhas do destino receberam os seus primeiroas Grammy’s, um de melhor canção R&B com “Say My Name”, e outro de melhor performance de grupo.

Destiny’s Child no Grammy em 2001

“Survivor”, o terceiro álbum da banda, foi lançado em 2001, com Beyoncé como produtora e compositora da maioria das canções. O disco pegou #1 na Billboard no seu debut. Sua venda foi em torno de seis milhões de cópias.

Em dezembro do mesmo ano, após o lançamento de um álbum especial de Natal, “8 Days of Christmas”, elas anunciaram que se dedicariam a projetos solos.

Logo em 2002, Michelle Williams lançou o disco, “Heart to Yours”. Beyoncé primeiramente estreou no cinema com o filme “O Homem do Membro de Ouro”, e em 2003 abalou as estruturas da indústria com o seu primeiro álbum solo “Dangerously In Love”, que levou o Grammy de Melhor Álbum R&B Contemporâneo.

Em 2004, as cantoras anunciaram lançariam outro álbum em conjunto. O sexto disco da carreira do grupo “Destiny Fulfilled” teve como singles “Lose My Breath”, “Soldier”, “Cater 2 U” e “Girl” e vendeu mais de sete milhões de cópias.

Michelle Williams e Kelly Rowland no show da Beyoncé no intervalo do Super Bowl em 2013

Depois do anúncio do fim do grupo em 2006, elas voltaram a se apresentar juntas e aparecer nos videoclipes uma das outras, algumas vezes. As presentações mais marcantes de reunions das Destiny’s foram a participação de Michelle Williams e Kelly Rowland no Super Bowl da Beyoncé em 2013 e no Coachella 2018.

Michelle Williams e Kelly Rowland na apresentação da Beyoncé no Coachella 2018

Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

IHeartRadio Music Awards 2019: Veja os indicados, as apresentações e onde assistir

Evento será nesta quinta-feira (14)


O iHeartRadio Music Awards  é um evento que celebra os artistas e músicas mais tocados nas estações e no aplicativo iHeartRadio ao longo do ano. A sua 6ª edição contará com performances ao vivo de vários artistas como Ariana Grande, Alicia Keys e a vencedora do Grammy de Álbum do Ano
Kacey Musgraves. A premiação ocorre nesta quinta-feira (14) com início às 23h (horário de Brasília), transmitida pelo canal Fox.

Para acompanhar a premiação deste ano, você deve sintonizar no canal da Fox ou assistir pelo aplicativo de streaming da FoxNow. Já para quem mora nos Estados Unidos da América, o show também será transmitido ao vivo pela rádio iHeartMedia e pelo aplicativo iHeartRadio.

Porém, aos viciados em tapete vermelho, será realizada antes do inicio do evento uma transmissão ao vivo da chegada dos artistas. Basta acessar a página do iHeartRadio no Facebook.

Os nomeados para os prêmios deste ano foram revelados no mês passado e estão entre eles Lady Gaga, Cardi B, Drake, Ariana Grande, Shawn Mendes, Post Malone, Maroon 5 e Imagine Dragons . Você pode acessar a lista completa de indicados no site oficial da premiação.

Nas apresentações musicais, sempre destaques nesse tipo de evento, temos nomes como Alicia Keys, Ariana Grande, Halsey , Garth Brooks , John Legend , Kacey Musgraves.

Honras especiais da noite

Para receber as honrarias de grandes feitos na indústria fonográfica, serão agraciados este ano Taylor Swift com o prêmio de Turnê do Ano, Alicia Keys por Inovação, Halsey receberá o prêmio Fangirls 2019 e Garth Brooks o prêmio de Artista da Década.

O evento este ano será gravado no Microsoft Theater, em Los Angeles. E você pode participar enquanto assiste ao vivo usando a hashtag #iHeartAwards nas redes sociais.

Dê uma olhada nos melhores momentos da edição de 2018:


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Spice Girls: Após retorno em 2018, relembre a trajetória do grande fenômeno dos anos 90

Grupo já anunciou turnê para este ano. E com novo álbum!


As “Spice Girls” sempre são lembradas como o maior girl group que já existiu. Ainda assim, muitas pessoas desconhecem a trajetória das vozes de “Wannabe”. Em 2018 o grupo anunciou seu retorno com turnê, mesmo sem Victoria Beckham e segundo Emma Bunton, uma das integrantes, elas gravarão um novo álbum ainda este ano.

Porém, antes de voltarmos a cantar as músicas e ensaiar as coreografias, vamos relembrar todos os momentos marcantes na carreira das meninas apimentadas.

Melanie Brown, Melanie Chisholm, Emma Bunton, Geri Halliwell, e Victoria Beckham foram escolhidas dentre 400 meninas em uma audição para integrar um grupo de garotas que competisse com as boybands que se comparam ao que o BTS ou o falecido One Direction representam hoje.

O grupo iniciou em 1994, mas foi em 1996, ao lançarem o seu primeiro single “Wannabe”, que elas explodiram (no bom sentido). O single alcançou o topo das paradas em mais de 30 países. Nascia um fenômeno mundial.

O videoclipe também foi um sucesso e chegou a ser transmitido até setenta vezes por semana no período de estreia.

Grande parte do sucesso das Spice’s se deu pelo fato de que cada uma tinha características muito individuais cheias de representatividade. E por isso chamavam a atenção de um público diversificado e de de diferentes tribos. Sem contar a mini revolução fashion que elas causaram por se destacarem e influenciarem as massas com suas roupas e acessórios extravagantes.

Isso fica comprovado quando cada uma delas recebeu apelido e “codinome” a partir de suas diferentes personalidades e estilos. Mel B. era a “Scary Spice” (Assustadora, “Diferentona”), Mel C a “Sporty Spice” (Esportista), Emma “Baby Spice” (Mais jovem do grupo e meiga), Geri era a “Ginger Spice” (Ruiva rebelde), e Victoria a “Posh Spice” (Elegante).

Victória|Emma|Mel B.|Geri|Mel C.

“Girl Power” era o principal slogan do grupo, que enfatizava o poder da mulher em suas músicas e atitudes. Com tanta popularidade, as garotas conseguiram derrubar o reinado do “Rock alternativo”, “Hip-hop” e o “R&B” e revolucionar a indústria fonográfica com o “Teen Pop” que reina até hoje.

Com a onda “Spice mania”, o grupo se tornou o mais comercializado na história da música. Descobriram formas de monetizar a sua imagem de maneiras inexploradas na época. Elas tinham bonecas, sapatos, roupas, material escolar e tantas outras coisas que você poderia imaginar – o rosto das Spice’s estaria estampado na caixa.

Bonecas das “Spice Girls”

Em 1996, as meninas lançaram o seu álbum de estréia “Spice” e como já sabemos, foi um sucesso. Com mais de 36 milhões de cópias, ele recebeu o título de álbum mais vendido de todos os tempos por um grupo feminino. O disco seguinte “Spiceworld”, lançado em 1997, vendeu mais de 24 milhões de cópias em todo mundo.

Em junho de 1997, o grupo começou a produzir sua estréia no cinema, o filme “Spice World”. Como já era esperado, ele foi um sucesso de bilheterias. Contudo, o longa pode ter sido aclamado pelo público, mas não pela crítica que não mediu esforços em hostiliza-lo. O filme chegou a ser indicado para sete prêmios no Framboesa de Ouro (prêmio dos piores do cinema) de 1999, quando juntas ganharam o prêmio de “Pior Atriz”.

Poster do filme “SpiceWord”

Um ano depois, Halliwell anunciou sua saída das Spice Girls e alegou que precisava de uma pausa da vida tumultuada de super star. Porém, as outras quatro resolveram continuar com o grupo. Mas como nós sabemos, os grupos costumam desmoronar quando um dos integrantes decide se desvincular – Rouge e Fifth Harmony entendem bem como isso funciona.

Em novembro de 2000, o grupo lançou seu terceiro álbum de estúdio Forever, mas não se comparou ao sucesso dos seus lançamentos anteriores.
Em dezembro do mesmo ano, o grupo anunciou oficialmente o início de um hiato indefinido para focarem em suas carreiras solo.

Já em 2007, o grupo se reuniu para mais uma turnê. Ao total, arrecadaram cerca de US$ 107,2 milhões em vendas de ingressos e merchandising.

Imagem da turnê realizada pelas “Spice Girls” em 2007

No ano passado, os fãs puderam comemorar mais uma vez com o retorno do girl group. Como nem tudo na vida é perfeito, foi anunciado que Victoria não se juntaria ao “come back”. As “Girls Power” já entregaram em entrevistas que podemos esperar uma turnê e um novo álbum ainda este ano.

Imagem de divulgação do retorno anunciado em 2018

Outros prêmios

As Spice Girls receberam vários dos prêmios mais importantes da Europa e dos E.U.A. Estão entre eles cinco Brit Awards, três American Music Awards, três MTV Europe Music Awards, um MTV Video Music Awards e três World Music Awards. Em 2000, elas receberam o prêmio Brit Awards por sua excelente contribuição para a indústria musical britânica.

Agora que já relembramos tudo que precisávamos para exaltar ainda mais esses ícones, só nos resta esperar a sua vinda para o Brasil! Spice’s, come to Brazil!


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Weezer lança seu 13º disco

Quatro singles já foram divulgados pela banda americana de rock


A banda americana Weezer lança hoje (1º) o 13º disco de rock da carreira, intitulado “The Black Album”. O trabalho, que sofreu atrasos de produção, conta com 10 faixas originalmente concebidas no piano pelo vocalista Rivers Cuomo. Clique aqui e ouça as canções.

Quatro singles foram lançados antes do álbum como forma de preparação para o novo trabalho. “Can’t Knock the Hustle” e “Zombie Bastards” em 2018 e “High as a Kite” e “Living in L.A.” já em 2019. O “The Black Album” tem duração total de 37’39”.

A banda com 25 anos de história é composta por Rivers Cuomo, que além do vocal principal e do piano, assume também a guitarra; Patrick Wilson na bateria; Brian Bell nas guitarras, teclado e backing vocal; e Scott Shriner no baixo, sintetizadores e backing vocal.

Confira a tracklist oficial e corra para ouvir nas plataformas digitais:

1 – Can’t Knock the Hustle (3:41)
2 – Zombie Bastards (4:11)
3 – High as a Kite (3:48)
4 – Living in L.A. (3:38)
5 – Piece of Cake (3:17)
6 – I’m Just Being Honest (3:57)
7 – Too Many Thoughts In My Head (4:03)
8 – The Prince Who Wanted Everything (3:23)
9 – Byzantine (4:09)
10 – California Snow (3:32)


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Descubra os vencedores do Premio Lo Nuestro 2019

J Balvin é o destaque da premiação


Senhoras e senhores, J Balvin se destacou na noite de premiação do Premio Lo Nuestro 2019 e levou três prêmios para a estante de casa. O colombiano faturou os prêmios de Artista do Ano, Artista Social do Ano e Videoclipe do Ano por “Mi Cama (Remix)”, música de Karol G em que ele participa junto de Nicky Jam.

Os prêmios de Música e Single do Ano foram para um mesmo trabalho: “Me Niego”, canção de Reik com a participação de Ozuna e Wisin.

Pela contribuição à música na América Latina, o brasileiro Roberto Carlos foi homenageado na cerimônia e ganhou o Prêmio de Excelência.

Anitta, que concorria em quatro categorias, nãos venceu em nenhuma. Mas a malandra nos presenteou com uma performance enérgica no Lo Nuestro.

Fique abaixo com a lista completa do Premio Lo Nuestro 2019.

GERAL
Premio Lo Nuestro Artista do Ano

J Balvin

Colaboração “Crossover” do Ano

“Taki Taki” – DJ Snake, Cardi B, Ozuna, Selena Gomez

Artista Revelação do Ano

Anuel AA

Single do Ano

“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin

Remix do Ano

“Te Bote (Remix)” – Nio Garcia, Casper Magico, Bad Bunny, Ozuna, Nicky Jam, Darell

Videoclipe do Ano

“Mi Cama (Remix)” – Karok G, J Balvin, Nicky Jam

Colaboração do Ano

“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin

Tour do Ano

Aura Tour – Ozuna

Música “Replay” do Ano

“Por Amarte” – Enrique Iglesias

Música do Ano

“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin

Artista Social do Ano

J Balvin

MEXICANO REGIONAL
Artista do Ano

Christian Nodal

Música do Ano

“Tu Postura” – Banda MS

Artista Sierreño do Ano

T3R Elemento

Grupo ou Dueto do Ano

Calibre 50

Música de Banda do Ano

“Tu Postura” – Banda MS

Música Nortenha do Ano

“Mitad y Mitad” – Calibre 50

URBANO
Música do Ano

“Sin Pijama” – Becky G, Natti Natasha

Artista Masculino do Ano

Ozuna

Artista Feminina do Ano

Karol G

Colaboração do Ano

“Sin Pijama” – Natti Natasha

TROPICAL
Música do Ano

“Quien Sabe” – Natti Natasha

Colaboração do Ano

“Justicia” – Silvestre Dangond, Natti Natasha

Artista do Ano

Carlos Vives

POP/ROCK
Grupo ou Dueto do Ano

CNCO

Artista do Ano

Maluma

Música do Ano

“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin

Colaboração do Ano

“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin

Prêmio de Excelência

Roberto Carlos

Prêmio Lifetime Achievement

Daddy Yankee


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Os melhores da música latina no Premio Lo Nuestro 2019

Anitta está na disputa em quatro categorias


A música latina estará bem representada hoje (21) com o Premio Lo Nuestro 2019, que ocorrerá em Miami, Flórida (EUA). São 26 categorias na 31ª edição da premiação de gala, que tem na disputa artistas como Shakira, J Balvin, Maluma, Luis Fonsi e Anitta, a sensação brasileira do momento no cenário da música internacional.

A carioca concorre em quatro categorias: Artista Feminina do Ano (Urbana), Artista Revelação do Ano, Artista Social do Ano e Colaboração do Ano (Urbana). No entanto, a líder neste quesito é cantora Natti Natasha, com 14 indicações no total.

A lista de apresentações é extensa. Anitta, J Balvin Yandel, Juanes, Maná, Pepe Aguilar, Joss Favela, Nacho,  Zion y Lennox, Marc Anthony, Daddy Yankee, Natti Natasha, Anuel AA e Ozuna, Thalia, Lele Pons, Fuego, Prince Royce, Farruko, Piso 21, Intocable, De La Ghetto, Pedro Capó, Reik, Aitana, Christian Nodal, Lali e Silvestre Dangond estão confirmados no evento.

Abaixo você confere a lista completa de indicados.

GERAL

Premio Lo Nuestro Artista do Ano

Carlos Vives
Christian Nodal
J Balvin
Maluma

Colaboração “Crossover” do Ano

“Calypso” – Luis Fonsi, Stefflon Don
“Esta Rico” – Marc Anthony, Bad Bunny, Will Smith
“I Like It” – Cardi B, Bad Bunny, J Balvin
“Mia” – Bad Bunny, Drake
“Taki Taki” – DJ Snake, Cardi B, Ozuna, Selena Gomez

Artista Revelação do Ano

Anitta
Anuel AA
Casper Magico
Hansen Flores
Manuel Turizo
Nio Garcia
Raymix
Tini
T3r Elemento
Virlan Garcia

Single do Ano

“Quien Sabe” – Natti Natasha
“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin
“Mitad y Mitad” – Calibre 50
“X” – Nicky Jam, J Balvin

Remix do Ano

“Dura (Remix)” – Daddy Yankee, Becky G, Bad Bunny, Natti Natasha
“El Baño (Remix)” – Enrique Iglesias, Bad Bunny, Natti Natasha
“Inolvidable (Remix)” – Farruko, Daddy Yankee, Akon, Sean Paul
“Mi Mala (Remix)” – Mau & Ricky, Karol G, Becky G, Leslie Grace, Lali
“Te Bote (Remix)” – Nio Garcia, Casper Magico, Bad Bunny, Ozuna, Nicky Jam, Darell

Videoclipe do Ano

“1,2,3” – Sofia Reyes, Jason Derulo, De La Ghetto
“Celoso” – Lele Pons
“El Prestamo” – Maluma
“La Vida Sin Ti” – Piso 21
“Malamente” – Rosalia
“Mi Cama (Remix)” – Karok G, J Balvin, Nicky Jam
“Seremos” – El Bebeto
“Sexo” – Residente, Dillon Francis, Ile
“Tu Refugio” – Pablo Alboran
“Ya No Tiene Novio” – Sebastian Yatra, Mau & Ricky

Colaboração do Ano

“Fino Pero Sordo” – Julion Alvarez, Hansen Flores
“Justicia” – Silvestre Dangond, Natti Natasha
“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin
“X” – Nicky Jam, J Balvin

Tour do Ano

Aura Tour – Ozuna
El Dorado Tour – Shakira
F.A.M.E. World Tour – Maluma
Golden Tour – Romeo Santos
La Nueva Religion Tour – Bad Bunny
Legacy Tour – Marc Anthony
Mexico por Siempre Tour – Luis Miguel
Rompiendo Fronteras Tour – Alejandro Fernandez, Los Tigres del Norte
Versus World Tour – Gloria Trevi, Alejandra Guzman
Vibras Tour – J Balvin

Música “Replay” do Ano

“Amores Extraños” – Laura Pausini
“Cachito” – Mana
“El Ultimo Adios” – Paulina Rubio
“Por Amarte” – Enrique Iglesias
“Volverte a Amar” – Alejandra Guzman

Música do Ano

“Hoy Tengo Tiempo” – Carlos Vives
“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin
“Mitad y Mitad” – Calibre 50
“X” – Nicky Jam, J Balvin

Artista Social do Ano

Anitta
CNCO
J Balvin
Jennifer Lopez
Maluma

MEXICANO REGIONAL

Artista do Ano

Christian Nodal
Gerardo Ortiz
Joss Favela
Luis Coronel
Raymix

Música do Ano

“Mitad y Mitad” – Calibre 50
“Oye Mujer” – Raymix
“Privilegio” – Banda Rancho Viejo
“Que Bonito Es Querer” – Ulices Chaidez
“Tu Postura” – Banda MS

Artista Sierreño do Ano

Crecer German
Lenin Ramirez
T3R Elemento
Ulices Chaidez y Sus Plebes
Virlan Garcia

Grupo ou Dueto do Ano

Banda Carnaval
Banda Rancho Viejo
Banda MS
Calibre 50
Ulices Chaidez y Sus Plebes

Música de Banda do Ano

“Calidad y Cantidad” – La Arrolladora Banda el Limon de Rene Camacho
“En Peligro de Extincion” – La Adictiva Banda San Jose de Mesillas
“Privilegio” – Banda Rancho Viejo
“Segunda Opcion” – Banda Carnaval
“Tu Postura” – Banda MS

Música Nortenha do Ano

“Al Que A Ti Te Gusta” – Voz De Mando
“Cuidare” – Intocable
“El Aroma de Tu Piel” – Gerardo Ortiz
“Fino Pero Sordo” – Julion Alvarez, Hansen Flores
“Mitad y Mitad” – Calibre 50

URBANO

Música do Ano

“Dura (Remix)” – Daddy Yankee, Becky G, Bad Bunny, Natti Natasha
“El Baño (Remix)” – Enrique Iglesias, Bad Bunny, Natti Natasha
“Sin Pijama” – Becky G, Natti Natasha
“Unica” – Ozuna
“X” – Nicky Jam, J Balvin

Artista Masculino do Ano

Bad Bunny
Daddy Yankee
J Balvin
Nicky Jam
Ozuna

Artista Feminina do Ano

Anitta
Becky G
Cardi B
Karol G
Natti Natasha

Colaboração do Ano

“Dura (Remix)” – Daddy Yankee, Becky G, Bad Bunny, Natti Natasha
“El Baño (Remix)” – Enrique Iglesias, Bad Bunny, Natti Natasha
“Machika” – J Balvin, Anitta, Jeon
“Unica” – Ozuna
“X” – Nicky Jam, J Balvin

TROPICAL

Música do Ano

“Hoy Tengo Tiempo” – Carlos Vives
“Justicia” – Silvestre Dangond, Natti Natasha
“Mira” – Jerry Rivera, Yandel
“Quien Sabe” – Natti Natasha
“Quiero Tiempo” – Victor Manuelle, Juan Luis Guerra

Colaboração do Ano

“Justicia” – Silvestre Dangond, Natti Natasha
“Mira” – Jerry Rivera, Yandel
“Quiero Tiempo” – Victor Manuelle, Juan Luis Guerra
“Un Poquito” – Diego Torres, Carlos Vives

Artista do Ano

Carlos Vives
Jerry Rivera
Juan Luis Guerra
Silvestre Dangond
Victor Manuelle

POP/ROCK

Grupo ou Dueto do Ano

CNCO
Mau & Ricky
Piso 21
Reik

Artista do Ano

Juanes
Maluma
Ricky Martin
Shakira
Thalia

Música do Ano

“El Prestamo” – Maluma
“Fiebre” – Ricky Martin ft. Wisin & Yandel
“La Vida Sin Ti” – Piso 21
“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin
“No Te Vas” – Nacho

Colaboração do Ano

“Clandestino” – Shakira, Maluma
“Fiebre” – Ricky Martin, Wisin & Yandel
“Me Niego” – Reik, Ozuna, Wisin
“No Me Acuerdo” – Thalia, Natti Natasha
“Nos Fuimos Lejos” – Descemer Bueno, Enrique Iglesias, El Micha


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter