Resumão “Sabrina”: Relembre e prepare-se para a segunda temporada

Parte 2 de “O mundo sombrio de Sabrina” entra no catálogo da Netflix nesta sexta-feira (05)


A “nova versão” da história da bruxa Sabrina em nada se parece com aquela sitcom dos anos 90 que marcou nossa infância. O que era uma comédia “family friendly”, se transformou em algo macabro e nebuloso. Claramente a abordagem mudou, mas o que as duas possuem em comum é o enredo delicioso de assistir. A segunda temporada de “O mundo sombrio de Sabrina” estreia nesta sexta-feira (05).

Com um Salem que apenas mia, a série de terror baseada na HQ de mesmo nome (The Chilling Adventures of Sabrina) retrata o cotidiano da bruxinha Sabrina Spelman (Kiernan Shipka), junto ao namorado Harvey Kinkle (Ross Lynch) e suas amigas inseparáveis Rosalind Walker (Jaz Sinclair) e Susie Putnam (Lachlan Watson).

A adolescente não conheceu seus pais e foi criada por suas tias – também bruxas – Zelda Spellman (Miranda Otto) e Hilda Spellman (Lucy Davis). Donas de uma funerária na cidadezinha pacata “Greendale” – sim, do mesmo universo de Riverdale –, fingem ser duas senhoras normais, que cuidam de seus dois sobrinhos e gastam seu tempo de sobra com jardinagem, culinária e idas à igreja.

O que ninguém sabe é que seu jardim é um cemitério sinistro cuja a areia ressuscita pessoas, em sua cozinha fazem poções e vão à igreja toda semana para renovar a sua devoção ao senhor das trevas.

Sabrina, como qualquer jovem, é cheia de dúvidas sobre o seu passado e suas decisões para o futuro. O dilema é: ao completar 16 anos, ela terá que escolher entre assinar o seu nome no livro da besta e tornar-se uma bruxa completa, ou manter o contato com o namorado e amigos mortais.

Por ter sido criada em uma sociedade cristã, a bruxinha fica indecisa quanto às reais intensões do Senhor das Trevas e isso atrasa a sua iniciação. Porém, o Senhor das trevas envia Madame Satã, sua serva mais devota, que assassina Mary Wardwell (Michelle Gomez), professora de Sabrina e a incorpora. Ela se torna sua mentora e a manipula para que, sem perceber, tome péssimas decisões que a encurralam a realizar aquilo que seu Senhor desejava.

Após desafiar o Sumo Sacerdote, Padre Faustus Blackwood e fugir de seu batismo, Sabrina se vê obrigada a ingressar na Academia das Artes Ocultas, em que tem embates – como todo adolescente na escola – com as Irmãs Estranhas, Prudence Night (Tati Gabrielle), Agatha (Adeline Rudolph) e Dorcas (Abigail Cowen). As três vivem diversas situações como amigas e rivais, que encorpa o “drama” teen.

No decorrer dos dez episódios, ela tem o apoio de seu primo Ambrose Spellman (Chance Perdomo) – que vive sob prisão domiciliar por tentar explodir o Vaticano – em suas loucuras. A história tem cenas de perseguições com demônios, pessoas enterradas vivas, assassinatos, exorcismos, contato com espíritos, ressurreições e diversas outras loucuras do universo da feitiçaria.

O seriado flutua entre o cômico e o macabro, o que dá um ótimo equilíbrio. A temática “Satanismo” e vida de bruxa são abordadas de uma forma tão natural que parece algo que vivenciamos no nosso cotidiano.

Tensão, agonia e algumas risadas. A receita que te fará assistir ou reprisar e estar preparado para a segunda temporada.


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Up no catálogo! Confira os lançamentos da Netflix no mês de Abril

Carro chefe do mês é parte dois da série teen – lê-se macabra – “O mundo sombrio de Sabrina”


Com segunda temporada de “O mundo sombrio de Sabrina”, e a série brasileira “Samanta!, os lançamentos de abril na Netflix são para todos os gostos e suficientes para preencher as maratonas do mês.

Tem filme com lição de moral como “Loja de Unicórnios”, romance clichê em “O date perfeito”, e um terrorzinho de leve com “The Silence”. Sem mais enrolação, vamos à lista completa dos lançamentos de abril:

Séries

(01/04)  Marvel – Manto & Adaga: Temporada 1

(01/04) Necrópolis: Temporada 1

(04/04) Suits: Temporada 8

(04/04) Legion: Temporada 2

(05/04)  O Mundo Sombrio de Sabrina: Parte 2

(05/04)  Tijuana

(05/04) Império Romano: Calígula: O Imperador Louco

(10/04) Você Radical

(11/04) Black Summer

(12/04) A Liga da Justiça e os Jovens Titãs

(12/04) Special

(14/04) The Walking Dead: Temporada 8

(18/04)  Primeira Vez Amor

(19/04) Cuckoo: Temporada 5

(19/04) Samantha!: Temporada 2

(24/04) Amizade Dolorida

(26/04)  Blindspot: Temporada 3

(26/04)  O Último Guardião: Temporada 2

(26/04) Yankee

Filmes

(01/04) Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra

(01/04)  Meu Melhor Amigo

(01/04) A Qualquer Custo

(01/04) Polícia em Poder da Máfia

(01/04) Snowden – Herói ou Traidor

(04/04) A Escolha

(05/04) Loja de Unicórnios

(12/04) O Date Perfeito

(12/04) The Silence

(14/04) Jack Reacher: Sem Retorno

(15/04)  Elon não acredita na morte

(15/04) Muito Romântico

(15/04) Piratas do Caribe: No Fim do Mundo

(15/04) Piratas do Caribe: O Baú da Morte

(15/04) Tron – Uma Odisseia Eletrônica

(17/04) American Pie – O Livro do Amor

(17/04) Bridget Jones: No Limite da Razão

(17/04) O Gângster

(17/04) Questão de Tempo

(19/04)  Alguém Especial

(19/04) Um Homem de Sorte

(20/04) Invocação do Mal 2

Documentários e Outras Produções

(01/04) Maris – Cura Pela Ioga

(02/04)  Kevin Hart: Irresponsible

(03/04)  Ricardo Quevedo: Los amargados somos más

(05/04) Nosso Planeta

(10/04) Liss Pereira: Reteniendo líquidos

(15/04) Generation Iron 3

(19/04) Brené Brown: The Call to Courage

(20/04) Baseado em Fatos Raciais

(23/04) I Think You Should Leave with Tim Robinson

(26/04) Street Food

Animações

(05/04) Spirit – Cavalgando Livre: Temporada 8

(09/04) Trolls: O ritmo continua!: Temporada 6

(12/04) O Pequeno Poderoso Bheem

(15/04) Barbie Dreamhouse Adventures: Temporada 2

(15/04) Barbie Dreamhouse Adventures: Temporada 3

(15/04) No Good Nick: Parte 1

(16/04) Super Monstros – Superamigos para Sempre

(22/04) Pinky Malinky: Temporada 2

(26/04) She-Ra e as Princesas do Poder: Temporada 2

(01/04) A Garota que conquistou o tempo

(01/04) ULTRAMAN

(19/04) Rilakkuma e Kaoru

(30/04) Baki – O Campeão: Temporada 2

(30/04) Ingress: The Animation


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Assista a 1ª temporada de “Osmosis”, a nova série da Netflix

O Tinder do futuro está mais próximo do que pensávamos


Tinder, Grindr e Bate Papo Uol agora são coisas do passado – principalmente
Bate Papo Uol
. Na nova produção da Netflix “Osmosis”, encontrar a alma gêmea nunca foi tão fácil – ao menos é o que querem que você pense. A série promete personagens complexos, ambientes futurísticos e enredo
distópico. O seriado estará disponível amanhã (29) na plataforma de streaming.

Se a ciência pudesse garantir o amor verdadeiro, você aceitaria? Em um futuro não muito distante da nossa realidade, em Paris, a cidade luz e do romance – coincidência? – um “aplicativo” de relacionamento vasculha o cérebro de solteiros – cobaias – para tentar uni-los.

Pelo que pudemos ver no trailer, a série pode ser tudo, menos romântica. Suponho que pretende trazer reflexões sobre o uso da tecnologia, futuro da humanidade e amor líquido.

Com classificação indicativa de 16 anos, a produção foi dirigida por Mona Achache, Pierre Aknine e Thomas Vincent. No elenco estão os atores franceses Agathe Bonitzer, Hugo Becker (Gossip Girl) e o comediante Lionel Lingelser.

Ansiosos para maratonar?


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Tudo o que você precisa saber para curtir o 28° Festival de Curitiba

Confira algumas informações úteis para quem vai curtir o festival entre os dias 26 de março e 7 de abril

A programação do festival na capital do Paraná inicia nesta quarta-feira (27). A 28ª edição do Festival de Curitiba terá mais de 400 espetáculos com 40 apresentações internacionais, treze dias de atrações e cinco eventos: Fringe, Risorama, Mish Mash, Guritiba, Gastronomix e mostra oficial. O aplicativo do festival reúne todas as informações do evento.

O festival oferece experiências para todos os públicos. Dentre as atividades estão debates, oficinas, encontros, lançamento de livros, além de espetáculos de teatro, música, up comedy, circo e programação infantil. Cerca de 80 locais entre parques, associações, clubes e praças sediarão as atrações.

Programação

A programação completa está disponível em guias espalhados em 150 pontos da capital e também em PDF. Além de data, horário e local das atrações divididas por segmento, o guia acessível também informa sobre as bilheterias e descontos.

No guia ainda é possível ler e ver fotos de cada evento e também saber qual o gênero, duração, ficha técnica, classificação indicativa e nível de inclusão de cada atração. Além disso, também estão especificadas todas as atividades de forma didática e explicativa. O guia também inclui opções de festas para os participantes e artistas curtirem após o festival.

Se você gostou de várias atrações e pretende curtir todos os dias do festival, a organização preparou um “planner” que está disponível para impressão na página 144 do guia em PDF.

Ingressos

Assim como tudo neste festival, também é possível saber os preços e comprar o ingresso pelo aplicativo ou no site. Além das atrações gratuitas e daquelas que você pode avaliar e pagar a quantidade que achar adequado, o festival tem atrações que variam de R$ 0,00 até R$ 70,00.

Os valores variam de acordo com o evento:
Mostra 2019 – De R$ 0 a R$ 70,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Fringe – De R$ 0 a R$ 60,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Risorama – R$ 70,00 (entrada inteira) + taxa administrativa | R$ 35,00 (meia entrada) + taxa administrativa
Mish Mash – R$ 40,00 (entrada inteira) + taxa administrativa | R$ 20,00 (meia entrada) + taxa administrativa
Guritiba – R$ 40,00 (entrada inteira) + taxa administrativa | R$ 20,00 (meia entrada) + taxa administrativa
Gastronomix – R$ 12,00 (não consumível) + taxa administrativaQ

Aplicativo do Festival

Todas as informações sobre o festival e também a compra de ingresso podem ser realizadas no aplicativo “Festival de Curitiba 2019“, disponível no Google Play e na Apple Store.

O que é o Festival de Curitiba?

O Festival de Teatro de Curitiba começou em 1992 com 14 espetáculos e a proposta de promover o encontro das artes com o entretenimento. Palco de estreias internacionais e de fortes nomes das artes brasileiras, também é vitrine para quem busca reconhecimento nas artes cênicas, bem como a oportunidade para que os paranaenses desfrutem de produções premiadas no cenário nacional.

Ao longo de seus 27 anos, se consolidou como um dos eventos mais importantes do calendário cultural brasileiro, e com novas programações, se transformou no Festival de Curitiba. Sob este nome passou a atender novos públicos, mas manteve o cuidado de ser como um canal de formação, atualização e reflexão, com a promoção de debates, palestras e oficinas. Hoje o Festival de Curitiba abriga a Mostra 2019 e o Fringe; e os eventos simultâneos: MishMash, Programa Guritiba, Risorama e Gastronomix.

A imagem pode conter: 3 pessoas, texto e close-up
Banner oficial do 28º Festival de Curitiba


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Coisa Mais Linda: nova série da Netflix aborda desigualdade de gênero, racismo e política

Produção brasileira mostra luta feminina na virada da década de 60


Machismo, política, música e sororidade. A trama de “Coisa Mais Linda” é inspirada na década de 50 do Rio de Janeiro e se constrói na luta dos direitos femininos. Para quem não aprova a cinegrafia nacional, a série original da Netflix chega para mudar opiniões e expor discussões atuais.

Maria Luiza (Maria Casadevall) é o ponto de partida da série. Em 1958, a paulista, mãe e “filha de fazendeiro” se muda para o Rio para encontrar-se com o marido e retomarem o sonho do restaurante na Cidade Maravilhosa. Ao descobrir mentiras e traições, Malu decide transformar o local do restaurante em um clube de música.

Durante o processo, Malu conta com o apoio de outras três mulheres: Adélia (Pathy Dejesus) residente da periferia que trabalha como doméstica para sustentar a família; Thereza (Mel Lisboa) uma jornalista com pensamentos e ideias sociais; e Lígia (Fernanda Vasconcellos), amiga de longa data que abriu mão do sonho de ser cantora para se casar com político de família tradicional;

Adélia, Malu, Thereza e Lígia em Coisa Mais Linda – Créditos: Divulgação/Netflix

As quatro mulheres enfrentam dificuldades “dignas de uma dama”, dramas da vida real. O machismo, o racismo e a misoginia estão explícitos na história. Em comum, as protagonistas buscam liberdade em um contexto político-social no qual as mulheres não tinham espaço e nem vez. No caso de Adélia, mulher negra, a desigualdade racial soma-se à de gênero.

Malu perde o apoio, financeiro e imaterial, do pai e não consegue créditos para o negócio por ser mulher; Adélia sofre nas mãos de uma patroa branca e racista para levar comida para a irmã e a filha; Thereza vive o machismo à cada reunião de pauta, sendo a única mulher na redação; Lígia, por sua vez, apanha e vive de aparências para que tudo ocorra bem na campanha eleitoral do marido.

Traços de João Gilberto, Chico Buarque, Nara Leão e Maysa Matarazzo, se misturam em personagens distintos e adicionam uma pitada de realidade aos episódios. Também fazem parte do elenco Leandro Lima como Chico; Ícaro Silva como Capitão; Thaila Ayala como Helô; e Alexandre Cioletti como Mario Nelson Diniz. (Veja a entrevista completa com o elenco).

Principais atores de Coisa Mais Linda – Créditos: Divulgação/Netflix

A série foi criada pela norte-americana apreciadora da Bossa Nova, Heather Roth e Giuliano Cedroni, roteirista e produtor brasileiro. A primeira e única temporada, foi produzida no Rio de Janeiro pela Prodigo Films.

A fotografia e a música são elementos que não passam despercebidos na produção. A paleta de cores que remete a série ambientada nos anos de 1960 “Mad Men”, o figurino que lembra o seriado “Marvelous Mrs Maisel” e a trilha sonora inspirada na Bossa Nova se encaixam em cada cena.

Lígia e o marido em Coisa Mais Linda – Créditos: Divulgação/Netflix

Apesar da ideia central da produção ser abordar o feminismo, o objetivo da série não é explicar o movimento. Durante os sete episódios de quase uma hora é possível identificar discussões sociais antigas, como a permissão de homens para operações de crédito e desquite, e atuais, como racismo, violência contra a mulher e a difícil relação entre patrão e empregado. Para quem deseja maratonar, a série estreou em 22 de março é uma ótima pedida (já que eu mesma assisti em menos de 24h).

Confira o trailer:


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

“Coisa Mais Linda” é nova aposta brasileira na Netflix

Série estreia na sexta-feira (22) centrada no feminismo e na Bossa Nova


Entra no catálogo da Netflix, na sexta-feira (22), a primeira temporada da série brasileira “Coisa Mais Linda”. Ambientada no Rio de Janeiro dos anos 1950, a produção focará nos temas feminismo e músicas da Bossa Nova para conduzir a história. As atrizes Maria Casadevall, Pathy Dejesus, Fernanda Vasconcellos e Mel Lisboa estrelam a série.

Maria Luiza (Maria Casadevall) vê sua vida seguir um rumo completamente diferente quando o marido, com quem abriria um negócio, foge sem explicação e com o dinheiro dela. Decidida a vencer na vida mesmo com o baque, Malu abre um bar no Rio com músicas ao vivo da Bossa Nova na companhia de mulheres feministas e liberais.

Criada por Heather Roth e Giuliano Cedroni, a série é centrada em mulheres forte que fazem e encaram as próprias escolhas com reflexões propostas ao público. Assista ao trailer e prepare-se para maratonar.


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter

Inimigos, dramas e um “plot twist”: Assista a 4ª temporada de Billions

Nova temporada estreia hoje (17)


Altos e baixos da vida de dois rivais do mundo financeiro. Quem imaginaria que esse enredo resultaria em uma série cheia de dramas complexos que te deixam grudado na tela. Transmitida pelo canal Showtime, Billions estreia sua 4ª temporada hoje (17) e terá 13 novos episódios.

A trama é formada dentro do universo do mercado financeiro de Nova York. O perspicaz e nada amador advogado norte-americano Chuck Rhoades (Paul Giamatti) e o engenhoso e ambicioso “manda chuva” das finanças Bobby Axelrod (Damian  Lewis) protagonizam uma guerra de titãs, cada um usando de suas armas para tentar derrubar o outro.

A nova temporada é toda um grande “plot twist”. Chuck e Bobby deixarão as diferenças de lado e se unirão por um bem maior: eliminar seus rivais em comum.

As três temporadas anteriores de Billions estão disponíveis no catálogo da Netflix. Cada temporada possui 12 episódios com cerca de uma hora de duração.


Nos siga nas redes sociais: InstagramFacebook Twitter